Factoring 2016-12-01T15:53:43+00:00

O que é o Factoring?

O Factoring é um instrumento que está à disposição das empresas, para efectuar uma gestão da sua carteira de clientes, possibilitando o acesso a financiamento que pode ser complementar com as linhas de crédito tradicionais dos bancos. Tem como base, a cedência dos créditos a receber sobre Clientes, permitindo às empresas financiar esses créditos de forma a melhorar a sua gestão de tesouraria ao mesmo tempo que beneficia de um serviço de gestão e acompanhamento das suas cobranças.

Factoring Globo

Como funciona o Factoring?

O crescimento do nível de competitividade entre as empresas, veio acentuar a importância de ter uma gestão profissional da sua carteira de clientes, permitindo assim às empresas, uma maior dedicação ao desenvolvimento e crescimento do seu negócio, aumentando as vendas e a qualidade do serviço prestado aos seus clientes. Ao mesmo tempo, as empresas aumentam a sua eficiência e podem beneficiar de reduções nos seus custos financeiros e de gestão administrativa dos seus clientes.
As empresas podem obter vantagens com a utilização do Factoring em todas as fases do seu desenvolvimento e destina-se a todas as empresas que vendam produtos ou serviços a outras empresas ou organismos públicos, independentemente da sua dimensão ou sector de actividade e de actuarem no mercado nacional ou de exportação.
Quais as implicações nas relações entre os seus actuais parceiros de negócio?

Com os Clientes

As empresas aderentes mantém toda a exclusividade na relação comercial com os seus clientes, no entanto fica livre de efectuar as cobranças, podendo assim aumentar o envolvimento com os seus clientes e concentrar-se no seu desenvolvimento.
Com a Seguradora de Crédito
Se já possuir uma apólice de Seguro de Crédito, o Factor pode actuar em parceria com a companhia de Seguros de Crédito.
Com os Bancos
O Factoring amplia as fontes de financiamento de curto-prazo, para além dos produtos financeiros tradicionais. Parte do financiamento efectuado pelo Factor pode até funcionar como uma garantia para os Bancos. A empresa tem assim a possibilidade de manter a utilização das linhas de crédito com os seus parceiros bancários, que aceitam a referida garantia como forma de manterem condições mais vantajosas para o seu cliente. As relações com os Bancos são assim mantidas ou mesmo reforçadas já que o negócio dos Bancos e das empresas de Factoring são complementares, mantendo características distintas onde em muitos casos, os Bancos funcionam como consultores que aconselham os clientes a procurar empresas de Factoring como forma de obterem um conjunto mais completo de serviços de gestão e cobertura de risco.
Factoring Como Funciona
A sua empresa (Fornecedor) assina um contrato com uma empresa de Factoring (Factor).
1. O cliente faz uma encomenda;
2. O Fornecedor envia ao Factor, um pedido de análise do cliente, após essa análise o Factor aprova um limite de crédito para cobertura de risco de insolvência do seu cliente. O cliente é normalmente notificado, pelo Fornecedor e pelo Factor, de que deverá liquidar todas as suas facturas directamente ao Factor;
3. É entregue a mercadoria/produto ou efectuado o serviço contratado;
4. É emitida a factura ao cliente;
5. Os créditos (facturas) emitidos sobre o cliente, são enviados ao Factor (cedência dos créditos);
6. O Factor financia normalmente até 90% do valor das facturas recebidas (IVA incluído), no prazo máximo de 48 horas. O remanescente (retenção) é usado como um fundo de garantia, para eventuais deduções às facturas;
7. O Factor efectua todo o serviço de acompanhamento das cobranças até receber o pagamento do cliente.
Cliente: o comprador, o devedor
Após a assinatura do contrato, a empresa aderente envia os duplicados das facturas para o Factor numa determinada periodicidade, por exemplo, semanalmente onde este envio pode ser efectuado de forma electrónica ou pelo correio. Excepto na modalidade de factoring “confidencial”, onde em todas as facturas deverá constar uma menção identificativa da cessão dos créditos a favor do Factor e os clientes deverão ser informados de que os pagamentos deverão ser efectuados directamente ao Factor.
 

Factoring Custos

Modalidades e Custos!

Um contrato de Factoring inclui sempre a vertente do serviço de cobrança mas pode incluir igualmente, ou não, outros serviços como a gestão dos créditos tomados, a cobertura dos riscos de insolvência ou falência do devedor e o financiamento à empresa aderente.

  • Protecção extra para os seus parceiros de negócio
  • Impacto positivo na análise e concessão de créditos
MODALIDADES
Assim, podem-se definir seis modalidades principais de factoring. A saber:
FACTORING COMPLETO
Corresponde a um acordo assinado entre a sociedade de factoring e a empresa cliente (aderente) no qual a primeira compromete-se a fornecer um serviço de cobrança sobre os clientes da empresa aderente, a cobrir o risco de crédito e a antecipar fundos. A empresa de factoring, além disso, compromete-se a classificar os devedores da empresa aderente, gerir os créditos, fazer todos os esforços necessários para efectuar a cobrança, que pode ser feita na data ou antecipada) e pagá-los ao aderente. A factor cobre o risco inerente aos créditos das dívidas adquiridas. Note-se, no entanto, que a empresa de factoring pode recusar alguns devedores que lhe são propostos pela empresa aderente.
FACTORING COM RECURSO
Neste tipo de acordo entre a sociedade de factoring e a empresa aderente, a primeira não assume o risco de crédito sobre os devedores. A factor simplesmente fornece um serviço de cobrança e de antecipação de fundos mas é a empresa aderente que é responsável pelos créditos. Se o cliente não pagar na data prevista, a factor tem um direito de regresso sobre o aderente.
FACTORING SEM RECURSO
Num acordo deste tipo, a sociedade de factoring assume o risco de insolvência ou de falência dos devedores. Se estes não pagarem o que devem, a factor não pode exigir esse montante à empresa aderente. Normalmente, o risco é assumido na totalidade pela sociedade de factoring mas são possíveis situações onde o risco é partilhado entre os dois intervenientes.
BULK FACTORING
Este acordo de factoring, também chamado Invoice discount, é puramente financeiro. A sociedade de factoring limita-se a antecipar os fundos cobrando posteriormente os créditos, consubstanciados nas dívidas dos clientes que se vencem a prazo. Assim, o bulk factoring é semelhante a um desconto de facturas.
MATURITY FACTORING
Neste tipo de acordo, pouco praticado, existe uma data de pagamento efectiva na qual a sociedade de factoring se compromete a efectuar o pagamento, assente em créditos da empresa aderente sobre os seus clientes, independentemente de haver ou não cobrança. Neste caso não existe antecipação de fundos mas uma prestação de serviços da factor que consiste na gestão das contas dos clientes da empresa. Está implícito a cobertura do risco de crédito.
FACTORING CONFIDENCIAL
Este tipo de factoring, comum na Europa mas com pouca expressão em Portugal, consiste numa antecipação de fundos por parte da sociedade de factoring mas sem que o devedor da empresa aderente, o seu cliente, se aperceba que a factor está envolvida no processo. Isto implica que a empresa terá que, em nome da factor, efectuar a cobrança do montante devido na data prevista. Aqui pode existir, ou não, um seguro de crédito associado.
CUSTOS
Um contrato de factoring inclui basicamente a comissão de factoring, que remunera a gestão operacional e o custo do financiamento, que remunera o adiantamento dos fundos. A remuneração dos serviços prestados pelas empresas de Factoring, são essencialmente de dois tipos e são definidos no próprio contrato:
COMISSÃO DE FACTORING
Remunera o serviço de gestão operacional (processamento e monitorização das facturas recebidas, acompanhamento dos devedores e tratamento de eventuais litígios e gestão dos pagamentos). O custo da cobertura de risco de crédito, se efectuado pelo Factor, será incluído na comissão de factoring.
FINANCIAMENTO
O custo do financiamento tem normalmente como base um indexante de referência no mercado bancário (Euribor) acrescido de um spread (margem) e é calculado consoante o montante e a duração do financiamento. Poderão existir encargos adicionais, dependendo do tipo de serviços prestados pelas diferentes empresas de factoring.

Quais os prejuízos de um
incumprimento?

  • Falta de liquidez da empresa;
  • Degradação da margem de comercialização;
  • Esforço suplementar no aumento das vendas para compensar os prejuízos;
  • Falência.
SABER MAIS…
Formulário

Solicite-nos uma proposta!

Caso tenha interesse em receber uma proposta para segurar a sua empresa, contra o risco de não pagamento dos seus clientes. O seu preenchimento, não representa nenhum custo e/ou compromisso quanto à sua posterior subscrição.
Formulário
error: Segurança, acima de tudo! ;)