Administrador da Oleocom condenado por insolvência culposa

O administrador do maior importador de cereais, a Oleocom, foi condenado pelo Tribunal da Lourinhã por insolvência culposa da empresa por ser o responsável pelo esquema de branqueamento de capitais, que passava por adulterar as contas da empresa.

De acordo com a sentença do julgamento de insolvência, a que a agência Lusa teve acesso, o administrador executivo, Ramiro Raimundo, foi condenado a 10 anos de inibição de ocupar qualquer cargo de titular de uma sociedade comercial, associação ou fundação privada de actividade económica, empresa pública ou cooperativa.

O responsável foi ainda condenado a restituir bens ou valores recebidos em pagamento de créditos e a perder o direito a receber quaisquer créditos detidos sobre a insolvente.

Fonte: Lusa

Comentários

comentarios

2010-11-16T10:34:07+00:00 16/11/2010|Categorias: Portugal|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)