O Bank of America mais do quintuplicou as perdas para 1,2 mil milhões de dólares no último trimestre de 2010.

O Bank of America anunciou hoje perdas de 1,2 mil milhões de dólares (886 milhões de euros) no quarto trimestre de 2010, que compara com prejuízos de 194 milhões de dólares (143 milhões de euros) registados em igual período de 2009.

O maior banco norte-americano em activos explica estes resultados com o aumento das provisões para enfrentar imparidades com empréstimos e no sector dos seguros.

Se excluirmos os dois mil milhões de dólares que a instituição colocou em reservas para fazer face a imparidades com empréstimos hipotecários, efeitos da crise do mercado de crédito à habitação, o Bank of America teria tido lucros de 756 milhões de dólares (558 milhões de euros).

No conjunto do exercício de 2010, a instituição apresentou prejuízos de 2,2 mil milhões de dólares (1,6 mil milhões de euros).

Brian T. Moynihan, presidente-executivo do banco há cerca de um ano, decidiu colocar de reserva um montante total de 12 mil milhões de dólares (8,8 mil milhões de euros)para imparidades também nas unidades de cartões de crédito, para além do crédito hipotecário.

A compra em 2008 do banco Countrywide Financial, que detinha então uma das maiores carteiras de hipotecas e crédito imobiliário dos EUA, passou para o Bank of America o peso de diversos milhares de milhões de dólares em crédito malparado e de processos judiciais no valor de milhões de dólares.

Fonte: Económico

Comentários

comentarios

2011-01-25T22:00:30+00:00 25/01/2011|Categorias: Internacional|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)