Salzburgo e Tirol, na Áustria, e Tübingen, Oberbayern and Trier, na Alemanha, são as regiões com menor taxa de desemprego na Europa, segundo os dados hoje divulgados pelo Eurostat. As duas regiões austríacas fecharam 2012 com 2,5% de taxa de desemprego e as alemãs com 2,7%, que comparam com uma taxa média europeia de 10,4%.

No ‘top 10’ das regiões com menores taxas de desemprego estão quatro regiões austríacas, seis alemãs, uma checa e uma holandesa. O sexto lugar cabe, ‘ex aequo’ a Freiburg, na Alemanha, e a Oberösterreich, na Áustria, ambas com 2,9%, sendo que Praga, na República Checa, e Zeeland, na Holanda, ocupam a oitava posição, com 3,1% de desemprego.

Por fim, as regiões alemãs de Oberpfalz e Schwaben e a austríaca de Steiermark, com 3,2% cada, estão em décimo lugar.

Já o ‘top 10’ das regiões com taxas de desemprego mais elevadas é dominado por Espanha, com sete regiões: Ceuta (38,5%), Andaluzia (34,6%), Extremadura e Canárias (ambas com 33%), Melilla (28,6%), Castilla-La Mancha (28,5%) e Múrcia (27,9%).

As regiões gregas de Dytiki Makedonia, com uma taxa de desemprego total de 29,9% e Sterea Ellada, com 27,8%, ocupam, respetivamente, a quinta e décima posição. Por fim, a Ilha de Réunion, região ultramarina da França no Oceano Índico, tem também 28,6% de taxa, e partilha o sexto lugar com a espanhola Melilla.

Fonte: Dinheiro Vivo

Comentários

comentarios

2015-06-18T22:04:56+00:0022/05/2013|Categorias: Estatística|Tags: , |0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)