O PSI 20 abriu a tombar mais de 5%, BCP e Banif caem mais de 10%. Paris e Frankfurt afundam mais de 4%.

Os mercados estão a afundar perante a possibilidade cada vez mais real da saída da Grécia da Zona Euro. O efeito de contágio está a sentir-se essencialmente em Lisboa, a bolsa que mais afunda.

Os bancos e a bolsa grega estão hoje encerrados. Esta foi a primeira medida para evitar que as filas nas caixas multibanco evoluam para levantamentos em larga escala.

No PSI 20, as quedas menos acentuadas são as da Galp Energia e da REN, na ordem dos 2,7%. Por outro lado, a liderar as quedas estão os títulos da banca – que já afundaram cerca de 10% – e a Teixeira Duarte.

“Os investidores estão a retirar-se do mercado accionista”, assinalou à Bloomberg o director-geral da Daiwa Securities, de Tóquio. As palavras do analista também se adaptam à praça japonesa, que cai mais de 2,5%.

“Os mercados tiveram uma atitude de esperar para ver durante semanas, e os investidores estiveram optimistas sobre a resolução para a Grécia. Isso agora foi revertido”, explicou Yukio Ikehata à Bloomberg.

Muitos investidores estão a mostrar terem sido apanhados desprevenidos pela decisão do primeiro-ministro grego de convocar um referendo para dia 5. Depois de uma sexta-feira a verde na Europa, com apenas Londres a escorregar, a primeira sessão após as ordens de encerramento das portas dos bancos gregos e da limitação a 60 euros dos levantamentos diários nos multibancos, está a recuar até aos 5% do índice português.

Fonte: Económico

Comentários

comentarios

2015-06-29T07:48:34+00:0029/06/2015|Categorias: Estatística|Tags: , , , |0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)