Francisco Lacerda foi nomeado ‘chairman’ e reafirma, em declarações ao Económico, que a instituição, que terá um capital de 34 milhões, abrirá portas no quarto trimestre.

Os CTT registaram hoje a marca do banco postal, com o registo comercial do Banco CTT, uma subsidiária do grupo com o capital social de 34 milhões de euros e a designação dos orgãos sociais, segundo a informação divulgada na CMVM.

“Com a concretização deste importante passo estou muito convicto que, continuando o trabalho em bom ritmo e com a colaboração da supervisão no processo, estaremos em condições de cumprir a meta de iniciar actividade no último trimestre deste ano”

…disse em declarações ao Económico Francisco Lacerda, presidente dos CTT.

O registo permite lançar o banco assim que o supervisor permita a sua constituição, faltando ainda algumas autorizações para o efeito.

o lançamento do Banco CTT será realizado até ao final do ano, expectavelmente em Novembro, e em duas fases: primeiro em ‘soft opening’ e depois com uma abertura comercial alargada já em 2016.

Francisco Lacerda, presidente e CEO dos CTT, foi nomeado presidente do Banco CTT e Luís Pereira Coutinho presidente-executivo.

Mas ainda faltam alguns passos para o projecto arrancar comercialmente, nomeadamente o registo especial da instituição junto do Banco de Portugal, “incluindo a verificação por esta entidade das condições a que a autorização de constituição se encontra condicionada (o que entretanto já foi solicitado), bem como da implementação das demais acções tendentes ao seu lançamento e arranque, incluindo o inerente cumprimento do conjunto de requisitos regulatórios aplicáveis”, esclarece o comunicado.

A oferta do Banco CTT assumirá uma lógica de baixo custo, com um conceito de mass market e uma oferta simples, num investimento de 100 milhões de euros em cinco anos.

Fonte: Económico

Comentários

comentarios

2015-08-24T20:45:54+00:0024/08/2015|Categorias: Portugal|Tags: , , |0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)