Os economistas do BBVA projectam um crescimento do PIB espanhol de quase 0,2% no terceiro trimestre, acima da previsão anterior.

O Serviço de Estudos do BBVA considera que a economia espanhola “já bateu no fundo”.

Sublinhando que diminuiu a probabilidade de se observar contracções do PIB até ao final do ano, o banco espanhol adianta, num relatório, que espera que a economia do país cresça quase 0,2% no terceiro trimestre, acima da expansão de 0,1% estimada anteriormente.

Na base desta revisão em alta estão, explica o BBVA, os dados do emprego, juntamente com os números da confiança dos consumidores e das empresas, “melhores que o esperado”.

Porém, os economistas do banco avisam que ainda existem factores que condicionam a recuperação, entre eles, os ajustes experimentados pelas empresas, pelas famílias e pelo sector financeiro.

No relatório ‘A situação e perspectivas da economia espanhola’, o BBVA considera ainda que a probabilidade de o Governo cumprir a meta do défice fixada para este ano – de 9,3% , contra os 11,2% registados em 2009 – é “cada vez maior”.

Quanto ao mercado de trabalho, a entidade bancária sublinha que as medidas de consolidação orçamental não pioraram a situação laboral em Espanha, que terminou o segundo trimestre com uma taxa de desemprego de 20,09%.

Fonte: Económico

Comentários

comentarios

2010-09-26T15:07:26+00:00 26/09/2010|Categorias: Internacional|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)