A economia portuguesa cresceu 1,4% em 2010, apesar de um recuo do Produto Interno Bruto (PIB) de 0,3% no último trimestre, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

A economia portuguesa caiu 0,3 por cento no quarto trimestre face ao três meses anteriores, mas aumentou 1,5 por cento face ao mesmo período do ano passado, de acordo com a estimativa rápida divulgada hoje pelo INE.

“A Estimativa Rápida do Produto Interno Bruto (PIB) aponta para um aumento de 1,2 por cento em volume no quarto trimestre de 2010 face ao período homólogo (1,3 por cento no trimestre anterior). Comparativamente com o trimestre precedente, o PIB terá registado uma diminuição de 0,3 por cento”, afirma o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O Instituto avança ainda que, em 2010, o PIB terá aumentado 1,4 por cento em volume face ao ano anterior, superando a previsão do Governo, que apontava para um crescimento da economia de 1,3 por cento. O INE afirma ainda a estimativa rápida inclui revisões na informação de base utilizada, sublinhando que esta implicou uma “revisão em baixa de 0,1 pontos percentuais nas taxas de variação homóloga e em cadeia do PIB para o terceiro trimestre de 2010”. Já o contributo das Exportações de Bens e Serviços para a variação homóloga do PIB “manteve-se elevado” no quarto trimestre, embora “um pouco inferior” ao registado no trimestre anterior.

As despesas de consumo final das famílias residentes desaceleraram, “apesar do crescimento expressivo da componente de veículos automóveis”, enquanto o Investimento registou uma redução menos intensa em termos homólogos, comparativamente com o verificado no terceiro trimestre.

Fonte: Dn

Comentários

comentarios

2011-02-15T23:45:09+00:00 15/02/2011|Categorias: Estatística|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)