A experiência em trabalhar com universidades e institutos de investigação é já longa na Efacec.

Alberto Barbosa Director-executivo da Efacec

Área negócio Engenharia e serviços, transportes, logística e energia
Número de trabalhadores 4500
Volume negócios em 2009 809 milhões de euros

A experiência em trabalhar com universidades e institutos de investigação é já longa na Efacec. Não são só instituições portuguesas. Para além de universidades como a de Aveiro, Minho ou Porto, trabalham por exemplo com a universidade de Vigo e várias universidades dos Estados Unidos.

Ao todo são cerca de 50 instituições, umas mais pontuais, outras mais estratégicas e, na maior parte das vezes, é a Efacec quem vai ter com estas entidades para desenvolver soluções inovadoras para um problema ou desafio interno. Mas não é isso que invalida que a empresa tenha internamente um grupo de pessoas que dedicam o seu trabalho à investigação e desenvolvimento.

São cerca de 150 pessoas em todo o grupo. Segundo Alberto Barbosa este é um factor importante: “É preciso capacidade de enquadramento e encaminhamento e de orientar para aplicar as melhores soluções.” Mas não é só. Refere também a necessidade de controlar prazos e de a empresa ter pessoas que falem a mesma linguagem e possam dialogar com maior facilidade com as instituições externas.

Um das parcerias com o INESC Porto centra-se nas componentes de software, permitindo fazer uma gestão integrada das redes eléctricas, método que é aplicado nos quatro cantos do mundo onde a Efacec está presente.

Fonte: Negócios

Comentários

comentarios

2016-12-01T15:39:11+00:00 25/11/2010|Categorias: Portugal|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)