A CRH – Consultoria e Valorização de Recursos Humanos, que atua na área do outsourcing e trabalho temporário, emprega cerca de 3 mil trabalhadores.

A CRH – Consultoria e Valorização, pertencente ao grupo CRH SGPS, especializado na prestação de serviços de recursos humanos, pediu a insolvência na sequência de um plano de reestruturação iniciado no final de 2009.

Estão em causa 3 mil trabalhadores, de um total de 4 mil que fazem parte do grupo CRH.

A informação foi confirmada ao Expresso pela responsável jurídica da empresa, Helena Fernandes, que fez questão de sublinhar: “Foi a própria empresa que fez o pedido”. A atual gestão vai manter-se.

Os últimos dados disponíveis na página da empresa na Internet apontam para cerca de 3 mil colaboradores (dados de abril). Os trabalhadores distribuem-se pelas áreas de trabalho temporário, centros de atendimento e contacto (call centers), gestão de lojas em regime de outsourcing e consultoria.

Em maio, a CRH já havia encerrado o seu centro de atendimento de chamadas localizado no Vale do Ave, concelho de Guimarães. O centro de atendimento era suposto ser o maior empregador do parque tecnológico Avepark, com 600 colaboradores, mas contava apenas com 70.

A empresa assegura que o subsídio de Natal será pago em todas as empresas do grupo.

Fonte: Expresso

Comentários

comentarios

2016-12-01T15:39:11+00:00 10/12/2010|Categorias: Portugal|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)