Setenta e oito empresas portuguesas de calçado vão apresentar as suas propostas para a próxima colecção até quarta-feira na maior feira de calçado do mundo, em Milão, a primeira após a inversão na tendência de queda das exportações.

Segundo o presidente da Associação dos Industriais de Calçado (APICCAPS), «a expectativa dos empresários é grande tendo em conta que acontece no momento em que as exportações retomaram o crescimento e em que o volume de encomendas está também a aumenta».

Depois da quebra registada no primeiro trimestre, entre Abril e Junho, as exportações do sector aumentaram 4,3 por cento, para 284 milhões de euros face ao período homólogo.

As 78 empresas portuguesas, com um volume de negócios de cerca de 420 milhões de euros, vão apresentar as suas propostas a cerca de 40.000 profissionais do sector, de acordo com os números da organização.

A forte participação portuguesa insere-se na estratégia de promoção internacional do sector, que actualmente exporta para 132 mercados, mas que pretende «continuar a abordar novos mercados», tendo apontado como novos alvos para o próximo ano a Austrália e a Turquia.

Durante a feira de Milão, o Centro Tecnológico de Calçado de Portugal e o Instituto Nacional de Propriedade Industrial vão distinguir as empresas que mais se notabilizaram em 2010 com a eleição da colecção prestígio, a marca revelação do ano e as melhores marcas em design de homem, mulher e criança.

Fonte: Sol

Comentários

comentarios

2016-12-01T15:39:16+00:0019/09/2010|Categorias: Portugal|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)