Os dados são do AICEP, e revelam que em Abril a exportações para o país vizinho totalizaram 3.468 milhões de euros.

As exportações portuguesas de bens para Espanha cresceram 10,1% nos primeiros quatro meses do ano, para um total de 3.468 milhões de euros, indicou à Lusa a delegação de Madrid da AICEP.

Segundo a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), as importações de Espanha com origem em Portugal, de Janeiro ao final de Abril (num total de 3.468 milhões de euros), subiram 10,1% em relação ao período homólogo do ano anterior.

No sentido inverso, as exportações espanholas para Portugal (5.725 milhões de euros) registaram um acréscimo de apenas 0,1%.

Os números da AICEP são compilados a partir de dados do Ministério da Economia e Competitividade de Espanha.

Assim, no ‘ranking’ de clientes, Portugal passou a ser o quinto destino das vendas espanholas (face à terceira posição em 2014), com uma quota de 7% sobre o total das exportações de serviços.

Por outro lado, Portugal ocupa agora a oitava posição como fornecedor, com uma quota de 3,9%.

“No mês de Abril, as exportações de Espanha para o nosso país

[Portugal] caíram 3,2% e as importações com origem em Portugal subiram 13,8% quando comparadas com o mesmo mês do ano passado. Este aumento deveu-se fundamentalmente às importações de produtos energéticos”, indicou a AICEP.

Excluindo os produtos energéticos das trocas comerciais bilaterais, as exportações portuguesas para Espanha estariam a subir cerca de 5,2%, um comportamento “claramente positivo e superior” ao crescimento global das importações espanholas (+3,4%), acrescentou a agência.

A venda de produtos energéticos (petróleo e derivados) para Espanha aumentou 74% de Janeiro a Abril, um acréscimo de 164 milhões de euros. Este segmento de vendas representa 11,1% do total.

As manufacturas de consumo (têxteis e confecção, calçado, brinquedos, joalharia e outros produtos de consumo) representam 18% do total e registaram um acréscimo de 11,7% (mais 65 milhões de euros).

Os bens de equipamento cresceram 12,1% e o sector automóvel aumentou 10,8%.

Por regiões de Espanha, os principais clientes de Portugal foram Madrid (18% do total, 624 milhões de euros), Galiza (17,7%, 614 milhões de euros), Catalunha (16%, 554 milhões de euros), Comunidade Valenciana (9,6%, 333 milhões de euros) e Andaluzia (8,7%, 303 milhões de euros).

O maior crescimento registou-se no País Basco (um aumento de 32%, para 144 milhões de euros) e na Comunidade Valenciana (19,3%).

Fonte: Económico

Comentários

comentarios

2016-12-01T15:37:48+00:0024/06/2015|Categorias: Estatística|Tags: , , , |0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)