No mercado extracomunitário, salienta-se um novo crescimento nas exportações para os Estados Unidos

As exportações nacionais de vestuário cresceram 7,7% até novembro de 2016 face ao período homólogo, totalizando 2,85 mil milhões de euros, um valor próximo do total exportado em 2015, segundo a associação nacional do setor.

A Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confeção (ANIVEC) adianta que, em comparação com o mesmo período de 2015, as exportações entre janeiro e novembro de 2016 aumentaram 202 milhões de euros, faltando apenas 40 milhões de euros para igualar o valor total exportado de 2015.

O mercado europeu continua a ser o principal destino das vendas, que subiram 8,5%, para 2,62 mil milhões de euros, destacando-se o crescimento da Suécia (24,7%), Países Baixos (17%), Itália (16,6%) e Espanha (13,1%).

A ANIVEC nota ainda “a recuperação nas exportações para França, o segundo maior mercado do vestuário português, que tinham vindo a registar uma queda homóloga nos últimos meses”, mas que, em novembro, igualaram o valor registado em 2015 (365,3 milhões de euros).

O presidente da direção da associação, César Araújo, sublinha, num comunicado, que “esta recuperação é muito positiva para a indústria de vestuário nacional, dando sinais de estabilização do mercado francês depois de um ano marcado por um abrandamento no país, vítima de diversos ataques terroristas que afetaram o consumo”.

No mercado extracomunitário, salienta-se um novo crescimento nas exportações para os Estados Unidos, de 7,4%, para 76,4 milhões de euros.

Fonte: Dinheiro Vivo

Comentários

comentarios

2017-01-09T21:43:39+00:00 09/01/2017|Categorias: Estatística|Tags: , |0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)