Agrupamentos que mais contribuíram para variação do índice total foram os da energia e bens intermédios

Os preços na produção industrial cresceram 4,4 por cento, em Setembro, face ao mesmo mês do ano passado, superior em 0,5 pontos percentuais à observada em Agosto, indicou esta quarta-feira o INE.

«O índice de preços na produção industrial apresentou, em Setembro, uma taxa de variação homóloga de 4,4 por cento.

Esta taxa foi superior em 0,5 pontos percentuais ao registado no mês anterior, tendo todos os agrupamentos contribuído positivamente para esse resultado», indicou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

No entanto, «os agrupamentos que mais contribuíram para a variação do índice total foram os de Energia e de Bens Intermédios, com 2,9 pontos percentuais e 1,2 pontos percentuais respectivamente, decorrentes de taxas de variação homóloga de 9,8 por cento e de 4,5% (8,8% e 4% em Agosto)».

Excluindo o agrupamento de Energia, a variação homóloga do índice total seria de 2,2 por cento (1,8% em Agosto).

De Agosto para Setembro, ou seja na variação mensal, os preços cresceram 0,2%, quando de Julho para Agosto tinham crescido 0,3%.

«Os principais contributos para esta variação foram dados pelos agrupamentos de Bens Intermédios e de Bens de Consumo, respectivamente de 0,2 pontos percentuais e de 0,1 pontos percentuais, em resultado de taxas de variação mensal de 0,6 por cento e de 0,2 por cento (0,1 por cento e -0,1 por cento em Setembro de 2009), pela mesma ordem», indicou o INE.

As taxas de variação mensal dos restantes agrupamentos foram nulas.

A variação média dos preços na produção industrial nos últimos doze meses situou-se nos 2,1%.

Fonte: Agência Financeira

Comentários

comentarios

2010-10-20T14:23:15+00:00 20/10/2010|Categorias: Estatística|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)