Se as últimas medidas de austeridade forem aplicadas, a economia portuguesa vai entrar em recessão no próximo ano, contraindo 1,4%.

O aviso foi deixado hoje pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) na apresentação do seu World Economic Outlook, em Washington.

Esta ainda não é a previsão que consta no relatório – que aponta para uma estagnação em 2011 – já que as medidas mais recentes “não foram consideradas”, explicou Jörg Dressing, director assistente do departamento de research do FMI. “Mas estas medidas terão um efeito grande”, reconheceu o director, acrescentando que representam cerca de “3% do PIB”.

Ainda assim, o FMI apoia a decisão do Governo de intensificar os cortes no défice. “Portugal está sob muita pressão e por isso aplaudimos a decisão do Governo”, garantiu Dressing. É que Portugal faz parte do grupo de países que não tem margem para fazer uma consolidação mais calma, que lhe permitisse proteger a economia da recessão.

Fonte: Económico

Comentários

comentarios

2010-10-06T15:03:02+00:0006/10/2010|Categorias: Portugal|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)