Sítio na internet vai permitir que pequenos produtores possam divulgar e vender produtos no mercado externo

Os projectos de resolução do PS e do CDS-PP para a criação de um sítio na internet para a exportação de produtos portugueses provenientes de Pequenas e Médias Empresas (PME) reuniram esta quarta-feira, no Parlamento, o apoio para a sua aprovação.

O objectivo da iniciativa do PS é a recomendação ao Governo da criação de um sítio na internet onde os pequenos produtores possam divulgar e vender os produtos no mercado externo, explicou o deputado Jorge Seguro Sanches, defendendo igualmente a divulgação desse sítio no serviço público de televisão.

O deputado democrata cristão, Hélder Amaral, defendeu o projecto de resolução do CDS-PP para a criação de uma central de vendas e promoção online de produtos portugueses, sublinhando a necessidade de ajudar empresas que estão «mais distantes dos novos mercados emergentes».

«Aspirina» para tratar «um cancro»?

O PSD, através do deputado Nuno Reis manifestou «dúvidas» sobre se estes portais serão a solução para aumentar as exportações e questionou uma eventual duplicação de meios com o sítio da internet da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), escreve a Lusa.

Apesar de classificar as iniciativas de uma «mera aspirina para tratar um cancro», o deputado anunciou que o PSD não impedirá a viabilização das propostas.

Também Pedro Filipe Soares afirmou que o Bloco de Esquerda estará «ao lado destes projectos de resolução», embora tenha atribuído a uma «consciência pesada» a iniciativa do PS, argumentando que o aumento dos custos de produção, nomeadamente da energia e combustíveis, tem consubstanciado um «ataque do Governo ao potencial exportador» das empresas.

No mesmo sentido, o deputado comunista Agostinho Lopes defendeu que «talvez os exportadores portugueses gostassem mais de outras políticas de créditos e de seguros» e da redução do preço da energia, «claramente penalizadora» da produção e consequente capacidade de exportação das empresas.

Fonte: Agência Financeira

Comentários

comentarios

2010-10-06T23:41:36+00:00 06/10/2010|Categorias: Portugal|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)