Em 2013, grupo pretende empregar 40 mil funcionários naquele país.

Quinze anos depois de ter entrado no mercado polaco, o grupo Jerónimo Martinsé responsável por 31 mil postos de trabalho no mercado polaco, contra 30 mil em Portugal. “Já somos hoje o maior empregador da Polónia a seguir ao Estado polaco”, avançou hoje Alexandre Soares dos Santos, presidente da “holding”.

Em 2010, foram mais sete mil postos de trabalho criados em todo o grupo, dos quais quatro mil naquele país da Europa de Leste. Para 2013 a estimativa da administração da distribuidora alimentar é que estejam empregues “40 mil funcionários na Polónia”.

Hoje, “o CEO da companhia

[polaca Jerónimo Martins Dystrybucja, dona da cadeia Biedronka] é polaco, tendo entrado há 15 anos como ‘trainee” e há apenas “10 portugueses na Polónia”, explicou Pedro Soares dos Santos, CEO da JM.

Fonte: Negócios

Comentários

comentarios

2016-12-01T15:39:07+00:0020/02/2011|Categorias: Internacional|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)