A injecção de divisas na banca duplicou na última semana, acentuando a desvalorização da moeda angolana.

O kwanza angolano já desvalorizou mais de 26% face ao dólar nos últimos nove meses, devido à crise da quebra da cotação internacional do petróleo, que fez diminuir as receitas fiscais e a entrada de divisas (dólares) no país. A situação está a complicar as necessidades de moeda estrangeira que Angola tem para garantir as importações, de alimentos a matéria-prima e máquinas.

Por outro lado, a venda de divisas do Banco Nacional de Angola (BNA) à banca comercial praticamente duplicou na última semana, subindo para 756,7 milhões de dólares (680 milhões de euros), com a desvalorização do kwanza a acentuar-se.

Segundo o relatório semanal sobre a evolução dos mercados monetário e cambial do BNA, ao qual a agência Lusa teve hoje acesso, as vendas de divisas entre 6 e 10 de Julho foram concretizadas a uma taxa média de referência do mercado cambial interbancário de 125,149 kwanzas (91 cêntimos de euro) por cada dólar.

Trata-se de um novo máximo de vários meses e uma desvalorização da moeda nacional angolana face ao dólar norte-americano de 1,2% no espaço de uma semana. Na semana anterior, o BNA vendeu aos bancos comerciais, também em leilões, 392 milhões de dólares (354 milhões de euros), correspondendo assim a um aumento semanal na injecção de dólares na banca comercial superior a 93%.

Desde o final de Maio que está em curso um programa para enfrentar a actual crise cambial no país por parte do BNA. Contudo, mantêm-se as dificuldades no acesso a moeda estrangeira nos bancos, apesar de no mercado paralelo, de rua, a taxa de câmbio estar aparentemente em queda, rondando os 160 kwanzas por cada dólar, para comprar a moeda estrangeira.

O governador do BNA, José Pedro de Morais Júnior, disse no final de Maio que aquela instituição tem agora “elementos para flexibilizar” a gestão do mercado cambial, nomeadamente através do aumento de dois para três leilões de divisas (vendas aos bancos) semanais, para regularizar o fluxo de divisas.

Entre Janeiro e Maio, segundo o BNA, essas vendas de divisas à banca comercial caíram 30%, face ao mesmo período de 2014.

Fonte: Económico

Comentários

comentarios

2015-07-13T19:27:19+00:0013/07/2015|Categorias: Internacional|Tags: , , , |0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)