A Martifer teve uma recuperação de 45,8% face ao mesmo período do ano passado, quando os prejuízos foram de 8 milhões de euros.

De acordo com as contas da empresa, hoje divulgadas em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os resultados ajustados demonstram um crescimento anual de 2,6%, para os 416,1 milhões de euros nos proveitos operacionais, “o que evidência uma recuperação significativa face à tendência patente no primeiro
semestre de 2010”, sublinha a Martifer.

No que refere ao EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações), a empresa apresenta um avanço de 5,3%, dos 39,7 milhões de euros em 2009 para os 41,8 milhões de euros.

A margem EBITDA cifrou-se em 10,8%, uma melhoria, sublinha o texto grupo, “num ambiente cada vez mais competitivo”.

Na área de negócio de construção metálica, a empresa diz que o crescimento dos proveitos operacionais em 8,6% “deve-se ao início de diversos projectos importantes e uma ligeira tendência de subida dos preços do alumínio e aço no mercado internacional”.

A carteira de encomendas no final dos nove primeiros meses de 2010 “ascendia a 279 milhões de euros, 3% acima” do valor no final de 2009, “e em linha com os trimestres anteriores”, reforça a Martifer.

“Durante o terceiro trimestre deu-se continuidade à mudança do peso para mercados externos à Ibéria, com a sua participação no portfolio a subir de 55% para cerca de 65%”, nota ainda a empresa.

Fonte da Martifer sublinhou à agência Lusa que “as receitas, que cresceram, têm já cerca de 80% de origem no exterior”.

No que diz respeito à dívida líquida, a Martifer regista uma diminuição de 20,4 milhões de euros para os 424,2 milhões de euros (versus 444,5 milhões no final de 2009). A empresa investiu 29,5 milhões de euros até ao final do terceiro trimestre do ano.

As acções da Martifer ficaram hoje inalteradas nos 1,52 euros. De notar que o IPO (Oferta Pública Inicial) da empresa foi de 8 euros.

Fonte: Económico

Comentários

comentarios

2010-11-11T20:45:36+00:00 11/11/2010|Categorias: Portugal|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)