As compras a fornecedores portugueses, pela McDonald’s Portugal, atingirão 32 milhões de euros no final de 2015, estima o diretor-geral da McDonald’s Portugal, afirmando que a multinacional vai investir 130 milhões de euros na remodelação e em novos restaurantes.

“Estimamos atingir os 32 milhões de euros de compras realizadas em Portugal no final de 2015”, afirmou Jorge Ferraz, durante a apresentação do programa MBIA – McDonald’s Business Initiative for Agriculture, que hoje decorreu em Lisboa.

O diretor-geral da McDonald’s Portugal sublinhou o “aumento significativo” das parcerias da multinacional com fornecedores portugueses e adiantou que no final de 2014 as compras a fornecedores nacionais atingiram os 30 milhões de euros, representando um terço do total das compras.

“É um valor que tem vindo progressivamente a crescer e que com certeza irá aumentar nos próximos anos”, reforçou.

Entre os objetivos para este ano, Jorge Ferraz inclui ainda o aumento de 40% “para 50% da incorporação da carne de vaca nacional na totalidade dos hambúrgueres consumidos em Portugal” e “da incorporação de valor nacional nas compras”, ultrapassando “gradualmente o valor de um terço”.

O responsável deu “exemplos de grande sucesso de fornecedores com grande capacidade de resposta”, entre eles a OSI Food Solutions, que incorpora 40% de carne de vaca portuguesa, a Vitacress, que fornece 1.200 toneladas de alface, cenoura e ‘mix’ de saladas, e a Vegenat, que só no ano passado comprou 7.000 toneladas de cebola produzida no Alqueva, abastecendo a 100% os restaurantes McDonald’s em Portugal, sendo a restante exportada para os mercados europeus.

As perspetivas de crescimento estendem-se também aos restaurantes.

“Temos 144 restaurantes McDonald’s em Portugal. Vamos continuar a crescer a uma média de cinco a seis novos restaurantes todos os anos e vamos investir até 2020 cerca de 130 milhões de euros na abertura de novos restaurantes e na remodelação dos existentes”, disse.

Durante a sua intervenção, o diretor-geral da McDonald’s Portugal afirmou que nos últimos seis anos a multinacional investiu 134 milhões de euros na abertura e remodelação de restaurantes.

Sobre o MBIA, que foi hoje apresentado, Jorge Ferraz explicou que “é uma iniciativa que pretende ligar o setor agrícola ao mundo do empreendedorismo e dos negócios”.

“Tem como grande objetivo dotar os agricultores de conhecimentos de gestão, promover uma ligação mais fácil ao setor dos negócios, ao acesso à terra, ao capital, para um desenvolvimento sustentável do negócio agrícola”, disse, caracterizando a iniciativa como um “projeto de abertura de portas e criação de ‘networking’

[rede de contactos]”.

Os parceiros da MBIA são a AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, A Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) e a COTEC Portugal, além da parceria institucional com o Governo e o Programa Estratégico para o Empreendedorismo.

A McDonald’s Portugal emprega 6.000 pessoas no país.

Fonte: Dinheiro Vivo

Comentários

comentarios

2016-12-01T15:37:51+00:00 07/04/2015|Categorias: Portugal|Tags: , , |0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)