A Associação Industrial do Minho contabiliza até agora 571 empresas que encerraram só em 2010 no distrito de Braga. Esta situação deixou 24 mil famílias na pobreza.

O número de empresas que encerram por dia em 2010 no distrito de Braga é o triplo de 2009, revelam dados dos representantes dos empresários e das comissões de trabalhadores.

De acordo com dados avançados à TSF pela Associação Industrial do Minho, fecharam 571 empresas, ou seja, cerca de três ao dia num distrito, que já contabiliza 660 mil desempregados.

Segundo a coordenadora das comissões de trabalhadores do distrito de Braga, apoiada em estudos do IEFP e do Eurostat, traça um quadro negro do distrito.

Ouvido pela TSF, José Sá adiantou que estes encerramentos colocaram 24 mil famílias em situação de pobreza apenas em 2010, o que fez com que o número de novos pobres subisse 20 por cento.

Estas famílias, que podem ter entre um e quatro filhos, estão a ser obrigadas a recorrer a instituições para terem uma refeição quente por dia.

Por seu lado, José Augusto, que também pertence a esta coordenadora, falou mesmo em situações de fome em agregados familiares onde ainda há trabalho.

«A culpa não pode morrer solteira porque foram os políticos que nos desgovernaram e os grandes gupos económicos que usaram e abusaram dos trabalhadores. Há gente que passa fome para poder pagar a renda de casa», acrescentou.

Fonte: Tsf

Comentários

comentarios

2016-12-01T15:39:12+00:0009/11/2010|Categorias: Portugal|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)