Desemprego na União Europeia continua estável nos 9,6%

A taxa de desemprego em Portugal medida pela OCDE recuou 0,1 pontos percentuais de Julho para Agosto, para os 10,7 por cento, estando no entanto superior em 0,5 pontos percentuais face a Agosto de 2009.

De acordo com os dados divulgados esta terça-feira pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), a taxa de desemprego de Portugal estava em Agosto em igual nível ao registado em Março deste ano, e acumula agora dois meses de quedas, após ter atingido máximos históricos de 11%, em Maio e Junho deste ano.

Taxa de Portugal ainda é a quinta mais elevada

A taxa registada por Portugal foi a quinta mais elevada no conjunto dos 24 países com dados disponíveis, ficando também acima das médias estimadas para o conjunto dos países da OCDE, das sete maiores economias, e tanto da União Europeia como da Zona Euro.

Já Espanha continuou, em Agosto, a registar a taxa de desemprego mais elevada (20,5%), seguida da Eslováquia (14,6%), da Irlanda (13,9%), da Hungria (10,9%), escreve a Lusa.

A taxa de desemprego espanhola registou mesmo novo aumento, continuando a sucessão de máximos, sendo que no início de Março se situava nos 19,5%.

O desemprego na União Europeia continua estável nos 9,6% (valor dos últimos seis meses, e dos dois primeiros trimestres completos), com a Zona Euro a ver também a sua taxa a estabilizar desde Maio, mas nos 10,1%.

A média para o conjunto da OCDE reduziu-se também em 0,1 pontos percentuais, situando-se em Agosto nos 8,5%, enquanto na média das sete maiores economias da OCDE o valor continua nos 8,2%, que vem a registar desde Junho.

Fonte: Agência Financeira

Comentários

comentarios

2016-12-01T15:39:14+00:00 12/10/2010|Categorias: Estatística|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)