O ministro da Indústria e Comércio de Moçambique divulgou a intenção de empresários moçambicanos de investir na produção de açúcar em Angola, podendo o investimento no sentido inverso passar pela área do cimento, deficitária em Moçambique.

“Temos estado a conversar com empresários do setor privado dos dois países. Por exemplo, no ramo do açúcar há interesse de empresas moçambicanas para investirem e já estão em contacto com empresários angolanos para um projeto específico na província do Uige”, disse Ernesto Tonela a jornalistas à margem de uma visita de três dias que está a realizar a Luanda, desde quarta-feira, para reforço da cooperação entre os dois países.

De acordo com o Governo angolano, a atual produção nacional de açúcar é deficitária, daí a necessidade de importação do produto, que só no primeiro trimestre deste ano ascendeu a 4,4 mil milhões de kwanzas (23,8 milhões de euros).

No sentido oposto, revelou Ernesto Tonela, estão em curso conversações entre empresários moçambicanos e angolanos para investimentos em Moçambique na área dos cimentos, setor em que o país é um “importador líquido”.

“Fornecendo algumas matérias-primas que Angola tem um potencial de produção, como o clínquer para produção de cimento, entre outras”, apontou Ernesto Tonela.

Durante a visita a Angola, o ministro moçambicano prevê visitar o Polo Industrial de Desenvolvimento de Viana e manterá igualmente encontros de trabalho com várias entidades públicas e privadas angolanas.

Fonte: Notícias ao Minuto

Comentários

comentarios

2016-08-11T12:56:03+00:0011/08/2016|Categorias: Internacional|Tags: , , |0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)