O presidente da Agência Portuguesa para o Investimento e Comércio Externo (AICEP), Basílio Horta, apontou hoje os seguros de crédito e coordenação logística como fundamentais na estratégia de diversificação de mercados das exportações portuguesas.

“Não se pode diversificar mercados se não se tiver um seguro de crédito nem uma logística apropriada. Durante muito tempo esse problema não se punha, porque não diversificávamos mercados, estávamos muito concentrados na Europa. Agora não, há uma forte pressão para ir para fora e surgem as necessidades de coordenação logística (portos, ferrovia, rodovia, intermodalidade) e, cada vez, do seguro de crédito”.

A este nível, Basílio Horta afirmou “compreender que as empresas privadas, como o risco nestes novos mercados é grande, possam ter algumas dúvidas em o fazer, por isso é do interesse do Estado que o seguro de crédito seja uma realidade que apoie a diversificação”.

Fonte: Rtp

Comentários

comentarios

2016-12-01T15:39:07+00:00 09/02/2011|Categorias: Portugal|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)