Depois de um 2010 melhor do que o previsto, com um crescimento que deverá rondar 1,3%, Portugal deve estagnar no próximo ano. Um crescimento de 0,2% é a expectativa do Governo contida na proposta do próximo Orçamento.

Uma expectativa que contrasta com as previsões de várias instituições internacionais, pa- ra as quais o pacote de austeridade do próximo ano levará mesmo Portugal para a recessão.

Com aquele que classifica como o Orçamento «mais austero dos últimos 25 anos», o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, quer repor a confiança dos mercados na economia portuguesa.

No entanto, escolheu fazê-lo com um cenário macroeconómico optimista, como disse a agência Moody s, tornando mais arriscado o cumprimento da meta dos 4,6% do défice imposta por Bruxelas. Só um muito significativo crescimento das exportações permitirá fugir à recessão.

Quanto menos crescer a economia, mais difícil será angariar receitas fiscais e mais aumentarão as despesas sociais, como o subsídio de desemprego, por exemplo.

Fonte: Sol

Comentários

comentarios

2010-10-24T11:34:01+00:00 24/10/2010|Categorias: Estatística|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)