O transporte rodoviário de mercadorias registou uma quebra de 10,9% em Portugal em 2009, face a 2008, e de 12% na União Europeia (UE), divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com a informação divulgada, o transporte rodoviário de mercadorias tem vindo a registar “regressões sucessivas” desde 2008, depois de uma subida entre 2006 e 2007, quer na UE quer em Portugal.

Em 2009 foram contabilizadas 15.184 milhões de toneladas de mercadorias transportadas na União Europeia, valor que representa uma diminuição de 1,9 mil milhões de toneladas face ao ano antecedente.

Em Portugal, acrescenta o INE, o quadro foi semelhante, assistindo-se a uma quebra de 35 milhões de toneladas entre 2008 e 2009, ano em que foram transportadas 259 milhões de toneladas de mercadorias por modo rodoviário.

“Ao longo dos últimos quatro anos, a quota relativa de Portugal no contexto europeu em termos de toneladas transportadas por via rodoviária pouco oscilou, correspondendo a 1,9% em 2006 e 2007 e ainda a 1,7% em 2008 e 2009 do total de mercadorias transportadas na UE27”, salienta.

Em 2009, a Alemanha – o principal mercado exportador da UE – assumiu-se igualmente como o principal transportador de mercadorias por modo rodoviário, cabendo-lhe 18,2% do total das toneladas de mercadorias transportadas no espaço dos 27.

Fonte: Oje

Comentários

comentarios

2016-12-01T15:39:10+00:0014/12/2010|Categorias: Estatística|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)