Empresários que hoje se reuniram com o primeiro-ministro, para discutir a dinamização do setor das exportações, pediram melhorias ao nível dos seguros de crédito, a otimização de estruturas de transporte e uma ação de divulgação da marca Portugal.

José Sócrates esteve hoje reunido num hotel do Estoril com associações e empresários de diferentes setores de atividade com o objetivo de promover a concertação entre o Estado e as empresas, anunciando no final do encontro a realização do Congresso das Exportações a 09 de fevereiro.

António Cardoso Pinto, da ADIRA, uma empresa fabricante de máquinas e ferramentas, saudou a possibilidade de serem ouvidos os atores envolvidos e considerou “oportuno” a promoção daquele encontro.

Em declarações aos jornalistas, sugeriu, no entanto, que na sequência do congresso se realize “uma outra ação de divulgação da marca Portugal no exterior”.

“Seria um complemento muito bem-vindo”, afirmou. Por outro lado, reconheceu que os seguros de crédito à exportação são uma área na qual foram dados “grandes passos em frente”, apesar de afirmar que em relação a mercados como o da Rússia e do Magrebe “as coisas podem ser melhoradas”.

Linhas de crédito não utilizadas

“Temos linhas de crédito que não estão a ser utilizadas porque exigem mínimos muito grandes que só algumas empresas é que podem utilizar”, afirmou, reiterando a necessidade de “repensar” este tipo de recursos.

O diretor-geral da Autoeuropa também falou aos jornalistas, para defender o “reforço das sinergias” entre as várias empresas exportadoras e importadoras em matéria de rede de transportes.

“Pedimos ao Governo que coordene um grupo que pudesse otimizar as estruturas de transporte de forma a reduzir custos”, afirmou António Melo Pires, acrescentando que “o que muda a realidade são as ações”.

Além do primeiro-ministro, que chegou ao local num carro elétrico, participaram na reunião o ministro da Economia e Inovação, Vieira da Silva, e o ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, António Serrano.

Exportações aumentaram 12,8%

Foram convidadas para este encontro várias associações de diferentes setores, como a ANIT-LAR, a ATP, a ANETIE, a PORTUGAL FRESH, a AFIA e a AIMMP.

A presVolkswagen Autoeuropa, BA Vidro e Grupo Visabeira, bem como pequenas e médias empresas como a Adira, a Alert, a Frezite e a REVIGRÉS, entre outras, foram igualmente convidadas.

As exportações portuguesas aumentaram 12,8% entre setembro e novembro de 2010 face ao mesmo período de 2009, segundo dados divulgados esta semana pelo INE.

Portugal exportou 9,87 mil milhões de euros em bens no trimestre terminado em novembro.

Fonte: Expresso

Comentários

comentarios

2011-01-08T22:40:13+00:0008/01/2011|Categorias: Portugal|0 comentários
error: Segurança, acima de tudo! ;)